Liberté, Egalité et Fraternité. Sera?

Paris é a terra das grandes revoluções da historia da humanidade. A queda da Bastilha, a Revolução Francesa, o Iluminismo, as tropas de Napoleão conquistando todo o continente europeu… É um pais que faz sonhar, com todo seu charme e beleza, seus bistros e cafés, seus perfumes e galerias de moda.
Paris também é a terra dos negros que falam no seu proprio francês, dos chineses que vivem na sua comunidade e tem os seus traiteurs asiatiques bon marché, dos brasileiros que invadem a Champs Elysées na época de Natal, e claro dos franceses.
A França é o destino de 25% dos brasileiros que fazem estudos no exterior. Graças à gratuidade do ensino público na França, as universidades sao repletas de estudantes estrangeiros que desejam se destacar profissionalmente, apresentando um CV com uma licence (graduação) ou master (mestrado) numa universidade francesa.
Este é um trabalho difícil, nós brasileiros não temos o costume de aprender a falar em francês, porque deixamos para aprender inglês e espanhol. Frances é uma terceira ou quarta lingua que poucos de nos aprendemos, e que se torna fundamental no momento de partir para ca. Diferentemente de outros paises, aqui é necessario apresentar conhecimento em frances para postular ao ensino superior. Por exemplo na Belgica, muitas universidades exigem apenas o conhecimento da lingua inglesa.

Porém se o seu sonho é vir para a França, morar, estudar e quem sabe construir a vida aqui, tenha certeza que o primeiro passo é aprender a falar francês, falar, porque ler é muito facil. Nada é impossivel, frances se aprende rapido. Entao, nos proximos textos a dica sera sobre o aprendizado da lingua francesa e como se virar no inicio.

Author: Morar em Paris

Share This Post On
468 ad

Submit a Comment

Votre adresse de messagerie ne sera pas publiée. Les champs obligatoires sont indiqués avec *

Vous pouvez utiliser ces balises et attributs HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>