O que fazer em Roma em 3 dias

Desde que mudei para a Europa em 2008 fui bem tranquila em relação as viagens. Por diversos motivos, principalmente por ser estudante na época e as coisas não serem fáceis, preferi para deixar para viajar mais tarde e conheci Roma só ano passado (2016). E foi demais!

Em pleno mês de março, quando fazia um frio em Paris, Roma estava abaixo de sol. Pelo menos 18 graus, com um sol brilhando em um sol azul. Tudo perfeito para conhecer essa cidade que foi palco de tanta história.

Como ficamos apenas 3 dias em Roma, o roteiro que fizemos na nossa viagem não contempla todos os pontos turísticos da cidade. Para falar bem a verdade, o Vaticano só vimos de longe. Não chegamos a visitar a cidade do Papa, por falta de tempo. Vai ficar para a próxima viagem.

Vamos lá as nossas visitas!

O que visitar em Roma

Coliseu

Primeiro compramos o passe de Roma, para facilitar a entrada nos pontos turísticos e para ter preços mais acessíveis. Em seguida, como nosso hotel era pertinho, o Coliseu foi nossa primeira visita na cidade. O Coliseu é um dos símbolos do Império Romano, cuja construção começou 72 anos antes de Cristo e foi palco de batalhas entre gladiadores contra animais. O local chegava a acolher um público de mais de 70 mil pessoas.

Visitar o Coliseu é como mergulhar numa história tantas vezes retratada em filmes, séries e livros. Daria para passar um dia inteiro no Coliseu, escutando histórias e estudando cada parte. Para mim é um dos pontos mais interessante da cidade, junto do Foro Palatino.

Dica de visita para não perder tempo: compre seus ingressos adiantados ou o Roma Pass para evitar as filas de entrada. Outro conselho é pegar um audio guia para a visita, para mergulhar na história.

foto do coliseu

 

Foro Palatino/Monte Palatino

Menos comentado que o Coliseu, mas tão interessante quanto, o Foro Palatino fica localizado na mesma área. É comum o turista sair do Coliseu e ir direto ao Foro Palatino, pois inclusive o ingresso é único. Eu preferi fazer a visita no dia seguinte, para aproveitar ainda mais tempo no local.

O Monte Palatino é uma das colinas que serviu de residência para diversos imperadores romanos como Augusto, Tibério e Domiciano. É preciso de algum tempo para fazer a visita completa, talvez mesmo uma tarde inteira. Várias atrações se concentram lá: o museu Palatino (museu das esculturas romanas encontradas no local), a Casa de Lívia (residência do imperador Augusto), inclusive segundo a mitologia romana, o Monte Palatino foi o local de nascimento gêmeos Romulo e Remo. Uma das vantagens de visitar o local é aproveitar uma visita a céu aberto, curtindo o sol em meio a tanta história.

É cliche dizer, mas a impressão é visitar um museu a céu aberto!

foto foro palatino

 

Termas de Caracala

As Termas de Caracala são imensas termas imperiais construídas entre 212 e 217, pelo imperador romano Caracala. As Termas se localizam em um grande espaço verde e boa parte das suas estruturas estão conservadas. Vale mais essa visita ao ar livre, sobretudo com audio guia que nos transporta mentalmente à época em que as termas estavam longe de virar ruina.

As Termas de Caracala podiam acolher mais de 1 500 pessoas num edifício que media 337 por 328 metros. Mesmo em estado de ruinas, elas ainda são impressionantes.

 

Fontana di Trevi

A Fontana di Trevi é uma das construções mais famosas de Roma, popularizada pelo filme A Doce Vida (La Dolce vita). Ela foi inaugurada em 1735, é de estilo Barroco e foi transformada ao longo dos anos. Um dos costumes é jogar uma moeda de costas para a fonte, para poder retornar a Roma. Costume bem parecido com diversos lugares onde existem fontes famosas.

Apesar da beleza da Fontana di Trevi, o grande número de turistas atrapalhou bastante a visita. Mais do que a fonte, vi um amontoado de pessoas tentando um espaço para tirar selfies (nada contra selfies, inclusive eu faço).

 

Além das visitas, Roma foi um lugar muito especial pela sua gastronomia, pela temperatura agradável que nos permitiu ver um pouco de sol durante o inverno europeu. Aconselho a todos, inclusive aqueles que não pretendem fazer turismo de igreja. É possível  encontrar o que fazer em Roma sem passar o dia no Vaticano ou em igrejas. Mergulhar no universo dos Romanos é a minha dica para quem deseja visitar ou revisitar Roma.

 

Likes(0)Dislikes(0)

Author: Morar em Paris

Share This Post On
468 ad

Submit a Comment

Votre adresse de messagerie ne sera pas publiée. Les champs obligatoires sont indiqués avec *

Vous pouvez utiliser ces balises et attributs HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>