Roteiro de 3 dias em Avignon

Consegui uma sexta-feira de folga do trabalho e resolvi fazer um final de semana prolongado no sul da França. Fazia bastante tempo que queria conhecer Avignon, na verdade desde que li os livros dos Reis Malditos e descobri que Avignon já foi a cidade dos papas.

Encontrei um bilhete de trem TGV low cost pela OuiGo (trens low cost da SNCF) saindo de Marne-la-Valée, pertinho de Paris. Para duas pessoas pagamos ida e volta em torno de 170 euros. Saímos de Paris na sexta-feira de manhã e voltamos na segunda-feira de manhã. Perfeito para criar um roteiro de 3 dias em Avignon em um final de semana prolongado.

 

Dia 1 – Avignon

O trem TGV que chega em Avignon chega na gare TVG Avignon. Chegando lá, pegamos um outro trem para Avignon Centre, bem rápido (4 minutos de trajeto) e com um custo de 1,60 euros o trajeto por pessoa. A Gare Avignon Centre fica ao lado da rodoviária e em frente de uma das portas da cidade.

Sim, a cidade de Avignon tem portas! A cidade é toda protegida por uma muralha alta que faz o contorno da cidade. Para fechar a cidade, basta fechar as portas. A muralha atual foi construída no século XIV e servia para proteger a cidade papal dos invasores. Hoje em dia é uma das únicas cidades francesas que preservou essas muralhas. E elas estão ainda bem conservadas.

Depois de chegar na cidade, atravessar a muralha, deixei a mochila no apartamento que havia alugado pelo site airbnb por 90 euros as 3 noites. Ficou em torno de 30 euros a diária para um casal. Bem em conta! Voltei para a rua principal da cidade e fui ao Office de Tourisme pedir informações sobre o que fazer na cidade. Como decidimos conhecer a região de Avignon, não conseguimos fazer tudo o que poderíamos em Avignon, mas fizemos o principal.

Com um mapa na mão e um Avignon Pass na bolsa (Avignon pass é um tipo de cartão gratuito que da reduções nos ingressos na cidade), fomos até o Pont d’Avignon, também conhecido como Pont Saint-Bénézet. Compramos ingressos conjunto para o Palais de Papes, pois a redução era boa: 15,50 euros para entrar no Pont d’Avignon + Palais de Papes + Audio guia para os dois monumentos.

Pont d’Avignon

O Pont d’Avignon é conhecido no mundo inteiro devido a uma musica infantil « Sur le pont d’Avignon » do século XV. Já a ponte é muito mais antiga que a música. De acordo com uma lenda, a ponte teria sido construída no século XII por um jovem pastor de ovelhas do  par un jeune berger do Vivarais, chamado Bénezet, sob ordem do céu. Concluída a sua construção em 1185, a ponte era a primeira passagem sob o Rhône (rio dessa região) entre Lyon e o mar. A ponte teria 900 metros e 22 arcos na época. Desmontada, reconstruída e derrubada pelo rio diversas vezes, seu uso foi abandonado no século XVII. Hoje em dia a ponte quatro arcos e uma capela dedicada a São Nicolas.

A visita pode durar de 1h até 2h30. Recomendo que levem um agasalho, pois apesar de fazer bastante calor no sul da França, nessa região também passa um vento muito forte chamado Mistral.

pont d'avignon

Pont d’Avignon e o Palais des Papes

Após a visita ao Pont d’Avignon, seguimos para o Palais de Papes. A visita pode durar de 1h30 até 3h se você escutar todo o audio guia. Tem bastante coisa para ver e principalmente compreender porque o papado se mudou para Avignon durante o século XIV.

 

Dia 2 – Les Baux de Provence

No segundo dia fomos visitar uma cidade medieval próxima a Avignon. Les Baux de Provence é considerada uma das cidades mais bonitas da França. A parte turística da cidade fica no alto de uma colina, onde fica o Castelo des Baux. O Castelo foi construído no século XI, então hoje em dia restam muralhas do castelo para visitar.

Les Baux de Provence

Les Baux de Provence

 

A visita ao castelo é bastante lúdica pois além do audio guia, durante o percurso da visita é possível observar várias representações do que era a vida na idade média. Por exemplo é possível conversar com o ferreiro enquanto ele fabrica espadas. Também é possível participar a jogos da época do tipo arco e flecha.

Toda a cidade é bem animada e vive em torno do turismo medieval. Além do castelo, outra visita que me marcou na cidade foi o espetáculo Carrières de Lumières. Carrières de Lumières é um espetáculo audiovisual de um lugar onde pedras eram extraídas. Nessa sala imensa são projetadas imagens nas paredes, no teto e no chão, com obras de artes e músicas.

Quando visitei o espetáculo era com obras de Michel-Ange, Léonard de Vinci et Raphaël projetadas na sala, ao som de música clássica. O segundo espetáculo era com a temática de Jules Verne.

 

Dia 3 – Pont du Gard

No terceiro dia visitamos o Pont du Gard, que fica há alguns minutos de Avignon. O Pont du Gard é um aqueduto romano de três níveis, situado entre Uzès e Nîmes. Esse aqueduto foi construído na primeira metade do século I, e servia para garantir a continuidade do aqueduto que conduzia a água entre as duas cidades (Uzès e Nîmes). O Pont du Gard teria sido utilizado até o início do VI século.

Pont du gard

Pont du Gard: aqueduto em 3 níveis

Desde o século XVI o pont du Gard tem sido restaurado regularmente, para preservar a sua integridade. Trata-se do mais alto aqueduto romano conhecido nos dias de hoje. Está atualmente na lista do patrimônio mundial da Unesco.

Toda essa história do Pont du Gard et dos aquedutos romanos pode ser conhecida em detalhes no museu próximo ao Pont du Gard. Além disso é possível realizar passeios e atividades esportivas. Recomendo o passeio de kayak.

Pont du Gard

Passeio de caiaque no Gard

Voltando para Avignon, assistimos a um incrível espetáculo audiovisual no Palácio dos Papas.

roteiro de 3 dias em Avignon

Espetáculo de som e luz no Palais des Papes

Curtiu o roteiro? Passe o dia na Provence, conheça Avignon, Les Baux de Provence, o Pont du Gard em um único dia com a Pariscityvision. Se quiser passar mais tempo por lá, confira os trens TGV low cost com trajetos entre Paris e Avignon.

Likes(2)Dislikes(0)

Author: Morar em Paris

Share This Post On
468 ad

Submit a Comment

Votre adresse de messagerie ne sera pas publiée. Les champs obligatoires sont indiqués avec *

Vous pouvez utiliser ces balises et attributs HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>